Ligue-nos / Call us: 282 457 018

Bruxismo

Bruxismo

O bruxismo é uma desordem de ordem funcional que se caracteriza pelo apertar ou ranger os dentes em movimentos semelhantes aos da mastigação e que pode ocorrer em qualquer idade e em ambos os sexos.

Normalmente é um distúrbio ou hábito parafuncional involuntário, que ocorre durante o sono, podendo no entanto também ser voluntário ou “semi-voluntário”, no caso da pessoa bruxómana realizar esses movimentos acordado, sem se aperceberem, aparentemente, que o estão a fazer.

Problemas e consequências no bruxismo

O bruxismo pode causar vários problemas com consequências mais ou menos nefastas, que se tendem a agravar nos casos em que se verifica uma persistência, mais ou menos, prolongada do distúrbio. Independentemente dos tipos de bruxismo presentes, podemos elencar os seguintes problemas:

  • Desgaste prematuro dos dentes com a consequente perda de esmalte dentário e eventuais fraturas dos dentes, podendo implicar a necessidade de restauração dos dentes desgastados pelo bruxismo.
  • Sensibilidade dentária excessiva;
  • Hipertrofia ou maior desenvolvimento dos músculos envolvidos na mastigação, podendo, muitas vezes, verificar-se inflamação desses músculos;
  • Problemas na articulação temporomandibular (ATM);
  • Dores de cabeça e de ouvido frequentes;
  • Transtornos do sono.

No caso de estarmos perante um bruxismo severo ou grave, estes problemas tendem a agravar-se e a deixar sequelas irreversíveis.

Quando nesta desordem se verifica apenas o apertar dos dentes, estamos perante o designado bruxismo cêntrico, por sua vez quando ocorrem movimentos da mandíbula que fazem ranger os dentes, então é chamado de bruxismo excêntrico.

Causas de bruxismo

Não são conhecidas as causas exatas do bruxismo. Contudo, o stress continuado e a ansiedade excessiva, causas psicológicas e certos distúrbios neurológicos, podem ser os principais desencadeadores deste transtorno.

Para além disso, as drogas, o álcool, o tabaco e alguns medicamentos psiquiátricos podem também ser fatores adjuvantes do aparecimento do bruxismo.

O desalinhamento dentário com a sua má oclusão associada, e alguns distúrbios do sono, podem também estar na origem desta desordem funcional.

Bruxismo – sintomas

Existem muitos sinais e sintomas que podem ajudar a diagnosticar a presença de bruxismo, conforme descrevemos de seguida:

  • Dor de cabeça, desde cefaleias a enxaquecas, passando por uma eventual sensação de pressão na testa ou na nuca;
  • Sintomas de dor ao nível da articulação temporomandibular que podem incluir dor, estalidos (barulhos), ressaltos ou até luxação ou sub-luxação da mesma;
  • No caso de já se verificar desgaste do côndilo da mandibula pode haver também limitação na abertura e fecho da boca;
  • Dor, barulhos ou zumbidos nos ouvidos e, por vezes, a sensação de ouvido tapado, podendo haver mesmo diminuição da audição;
  • Tonturas, vertigens, enjoos ou vômitos;
  • Nevralgias, normalmente associadas ao nervo trigémeo.

Note, no entanto, que os sinais e sintomas de bruxismo apresentados podem variar bastante de acordo com a severidade do problema e grau de evolução da patologia.

Tratamento

No bruxismo, o tratamento pode não ser de todo eficaz, pois a sua etilogia ou causas são ainda desconhecidas. Por vezes, torna-se muito difícil combater ou acabar com o bruxismo, mas os tratamentos, ainda assim, permitem diminuir a dor, evitar danos permanentes nos dentes e impedir o contato entre os dentes para acautelar o ranger ou apertar dos dentes.

Uma medida importante no tratamento do bruxismo passa por impedir o contato entre os dentes para evitar o “ranger” ou apertar dos dentes. Para o efeito são confeccionadas goteira de descanso, uma espécie de “mordedor”, que encaixam na arcada do maxilar superior ou do inferior, impedindo assim o contacto dos dentes, conforme descrevemos de seguida.

A goteira de descanso, também chamada de férula, goteira, placa interoclusal ou ainda placa miorrelaxante, quando colocada sobre os dentes de uma arcada dentária, ajudam a limitar os movimentos dos músculos envolvidos na mastigação e a reduzir o atrito entre os dentes que provoca o seu desgaste.

A goteira de descanso para bruxismo é moldado de acordo com o formato da arcada dentária do paciente, sendo por isso única e não adaptável a mais ninguém. A placa de bruxismo é confecionada em acrílico. Deve ser colocada à noite, antes de dormir e nos casos de bruxismo diurno também se deverá usar a placa durante o dia, tanto tempo quanto possível.

Vários estudos demonstram a eficácia da Toxina Botulínica para o tratamento do bruxismo em aplicações nos músculos masseter e temporal, ou apenas o masseter.

Como evitar bruxismo?

Deve também consultar o Médico Dentista com regularidade, pois o mesmo poderá identificar situações de bruxismo, baseado nomeadamente na observação do desgaste dos dentes e numa avaliação da articulação temporomandibular, ainda que superficial.

Espalhe a Palavra...

Close Menu