Ligue-nos / Call us: 282 457 018
código de barras
tratar o «código de barras»

código de barras

O «código de barras»

O «código de barras»

As rugas periorais verticais ao nível do lábio superior e inferior, também conhecidas por «código de barras», são uma marca de envelhecimento muito indesejada pelas mulheres. Surgem habitualmente a partir dos quarenta anos, como pequenos vincos verticais na parte branca do lábio superior e ao longo dos anos estendem-se ao contorno do lábio, aparecendo também no lábio inferior. Se não forem tratadas, vão tornando-se progressivamente mais profundas e em maior quantidade. Existem vários fatores responsáveis pelo seu aparecimento, com importância variável mas todos associados:

  • a pouca elasticidade da pele, a qual é definida geneticamente e que se vai perdendo ao longo dos anos, geralmente influenciada pela queda hormonal na pré e menopausa;
  • a perda dos tecidos de sustentação tais como o osso dos maxilares, o que na maior parte dos casos tem a ver com extrações dentárias habitualmente em fases muito precoces da vida;
  • o excesso de sol, que leva a uma Elastose cutânea com espessamento da pele e perda da elasticidade;
  • uma hiperatividade do músculo orbicular do lábio, músculo à volta da boca que nos fumadores está em hiperfunção.

Como se forma a placa bacteriana?

Radiofrequência 3DEEP na Clinica PRIVÉ - Portimão

O tratamento das rugas periorais passa preferencialmente pela prevenção:

  • protegendo a pele do sol,
  • não fumando,
  • hidratando convenientemente a pele,
  • evitando extrações dentárias ou recorrendo aos implantes dentários, de modo a que não ocorra reabsorção óssea, e
  • submetento a tratamento médico aos primeiros sinais de aparecimento.

Os tratamentos de medicina estética atualmente são bastante simples, seguros e devem mantê-la com um ar natural. Nesta fase, quando surge o primeiro sinal, deverá infiltrar as rugas com Ácido Hialurónico associado ou não a Vitaminas e Antioxidantes, o que vai estimular a produção de Colagénio e outras fibras de suporte da pele, criando densidade e hidratando simultaneamente. A partir dos quarenta anos, deverá também proceder anualmente à hidratação da parte vermelha do lábio e à manutenção do rolo branco do lábio com Ácido Hialurónico, visto que este tem tendência para ir perdendo o contorno natural, deste modo conseguindo mantê-lo bem delineado e evita que as rugas verticais se instalem.

Numa fase em que as rugas estão já instaladas mas ainda não são muito profundas, o tratamento passa também pelas infiltrações de Ácido Hialurónico. Na fase em que já estão muito profundas, o Ácido Hialurónico só por si melhora mas não consegue eliminá-las. Nestes casos tem por vezes que recorrer-se a tratamentos mais agressivos, de recuperação mais lenta, tais como Peelings Profundos (Zo Controlled Depth Peel) ou/e Laser CO2 Fracionado. A Toxina Botulínica poderá ser utilizada mas nem sempre resulta bem, pois ao paralisar o músculo orbicular perioral e, consequentemente, diminuir a profundidade das rugas, causa uma diminuição de força do lábio, temporária, mas que pode ser desagradável, tornando por vezes difícil simples gestos como beber café. Nesta fase em que as rugas já estão muito pronunciadas, o melhor tratamento e mais simples será realmente a infiltração das mesmas com Ácido Hialurónico associado a outros componentes que aumentam a densidade cutânea. Estas infiltrações são habitualmente aconselhadas a ser feitas mensalmente, durante três a quatro meses, após o que se repetirão de acordo com a necessidade individual.

Em conclusão, o melhor tratamento para o dito «código de barras» é mesmo a sua prevenção e o Ácido Hialurónico é, atualmente, o produto de eleição tanto para quem quer para prevenir, como para quem pretende tratar.

Deixe uma resposta

Close Menu